Goles Biodinâmicos II

Saca-Rolha-Cabo-Chifre

Em meio às minhas leituras sobre os biodinâmicos, Luiz Horta fornece um “dado empírico” sobre a peculiaridade destes vinhos ao serem opções preferidas do sommelier John Sonnichsen, de um dos mais renomados restaurantes do mundo – o melhor do mundo por 3 anos consecutivos – Noma. “Dado empírico” apenas por mencionar a preferência deste sommelier, mas, se não houvesse algo de especial, de peculiar nestes vinhos, John não arriscaria sua carreira e o nome do restaurante, portanto sua vida, ao colocar estes vinhos na carta, junto com tantos outros nobres, suntuosos.

Não faço apologia à ostentação, principalmente em se tratando de comida, mas a gastronomia nos abre um oceano de possibilidades prazerosas, o vinho nem sem fale. De toda forma, este sommelier opta por algo mais “espiritual“, em um ambiente material, nem imagino a estirpe que lá freqüenta.

Quem sabe esta tendência do material para o espiritual traga uma consciência humana a este mundo, um tanto esnobe, da alta gastronomia e do vinho.

O link ao post do Horta é este:

http://blogs.estadao.com.br/luiz-horta/vinhos-acentuam-brilho-do-noma/?doing_wp_cron=1367518281.5584309101104736328125

Mas a utopias da tendência humanística é viagem minha! Não culpem o Horta.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s